Home » Cultura Popular » Pretinhas do Congo

Pretinhas do Congo

Como no maracatu, as toadas das Pretinhas do Congo louvam o rei e a rainha da nação, bem como a Nossa Senhora do Rosário, e os Pretos Velhos da Jurema, ramificação com traços indígenas da umbanda. De fato, o sincretismo religioso é uma das características mais marcantes das Pretinhas do Congo.

Os instrumentos de percussão tocam a congada, ritmo de canções que surgiram nas senzalas. A dança parece ser um samba, mas possui aspectos que lhe são característicos; é como se a sambada das Pretinhas do Congo fosse o ancestral do samba que é dançado atualmente.

O único município de Pernambuco onde essa manifestação cultural está presente é Goiana. Com divergências sobre qual grupo é mais antigo, há duas nações de Pretinhas do Congo em Goiana.

A nação de Dona Carminha, que fica situada no distrito de Carne de Vaca; ela aprendeu essa tradição com o pai, que foi o fundador da nação de Carne de Vaca, e até hoje leva a frente o seu legado.

Ê, Sinhá,
Prepara o caranguejo uçá
Refoga e escalda o sururu
Apura o vinho de caju.
Ê, Iaiá
Da ilha de Itamaracá,
Prepara a rede de tucum
Que o amor veio embolar mais um.

O amor é rei
Nosso rei bantu
Sua voz é lei
No maracatu
(Maracatu Nação do Amor – Maíra Freitas)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*